O PRISIONEIRO DOS DALEKS — Trevor Baxendale

Título: O Prisioneiro dos Daleks
Doctor Who
Autor: Trevor Baxendale
Editora: Suma de Letras
Ano: 2015
Páginas: 208

O Império Dalek não para de se expandir, e batalhas eclodem em vários sistemas solares. Quando o futuro da galáxia está em jogo, o Doutor se vê a bordo de uma nave próxima à linha de frente, junto a um implacável grupo de caçadores de recompensas.
O Comando da Terra paga a eles por cada Dalek morto, por cada olho entregue como prova. Mas, com a ajuda do Doutor, os caçadores conseguem algo de valor inestimável: um Dalek inteiro, vivo, com os sistemas desarmados e pronto para ser interrogado. No entanto, com os Daleks nada é o que parece e ninguém está a salvo. Quando o jogo virar, como o Doutor sobreviverá ao se tornar prisioneiro de seu maior inimigo?

Este livro narra uma história inédita do nosso amado Décimo Doutor (interpretado por David Tennant) que para muitos, inclusive para mim, é a versão favorita do personagem. Pelo que entendi, ela se passa após a despedida dele à família de Donna Noble e o momento em que revisita as companheiras. É válido dizer que se você não conhece nada do universo de Doctor Who, provavelmente não irá entender bem a história, porque ele não introduz o personagem principal nem a mitologia que o envolve.

A história começa quando a TARDIS sai de sua rota original e leva o Doutor até um planeta abandonado, Hurala, que antigamente funcionava como um posto de abastecimento. Como é de se esperar, o Doutor não contém sua curiosidade e resolve explorar o planeta, quando acaba ficando preso e tendo que ser salvo por Caçadores de Recompensas que chegaram ao planeta em busca de Daleks. Não preciso nem dizer que eles estavam certos, e logo aparecem alguns nativos de Skaro para atrapalhar tudo.

O Doutor acaba tendo que fugir do planeta junto aos Caçadores, tripulantes da nave Peregrina, deixando a TARDIS para trás e levando um Dalek como refém. Apesar do Doutor defender a integridade física e a não-violência até quando se refere aos seus maiores inimigos, os tripulantes da nave acabam contrariando-o e torturando o Dalek, que chega a morte, mas não sem antes deixar uma pulga atrás da orelha do Doutor, que faz com que todos se metam em ainda mais confusão, o que acarreta no interrogatório do Senhor do Tempo pelo Dalek X.


Este é o primeiro livro de Doctor Who que leio. Apesar de todos fazerem parte do mesmo "ambiente" (da mitologia da história, na verdade), eles não têm uma ordem exata para serem lidos, por isso preferi ler primeiro essa história que leva meu amor 10º Doutor ao Shada, que já comprei há algum tempo.

Trevor Baxendale conseguiu retratar muito bem a essência do personagem principal, além de trabalhar a construção dos secundários que em poucas páginas já conseguem cativar o leitor e prendê-lo à história. A representação do universo dos Daleks também foi muito bem explorado: para mim era inevitável ler as falas destes alienígenas sem ter na cabeça a voz deles na série, haha. Porém, senti que faltou algo a mais na história, o que fez com que eu desse 4 estrelas.

MINHA CLASSIFICAÇÃO:


Me acompanhe nas Redes Sociais:

7 comentários

  1. Oi, Jéssica. Já vi algumas coisas sobre Doctor Who , porém nunca parei para ver/ler.
    Acho que para acompanhar o universo envolvido, necessita tempo para ver a série e entender os livros. Com tanta coisa pra ver e ler acaba não sobrando tempo para adicionar mais, rs. Mas, é uma ótima recomendação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ycaro, como vai?
      Aaaaah, assista pelo menos a série! É boa demaaaaaais!

      Excluir
  2. Oi, tudo bom?
    Acho que eu ficaria um pouco perdida nesse livro, já que nunca assisti Doctor Who </3
    Beijos, http://lendocomabianca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa vida Bianca :/
      ASSISTA! É maravilhosaaaaaa!

      Excluir
  3. Oooi! Tudo bem?

    AI EU NÃO POSSO COM ESSES LIVROS DE DOCTOR WHO. QUERO TODOS E NÃO TENHO NENHUM, ME SOCORRE BUAAAAAAAAAA. Amo o 10, ele não chega a ser meu favorito mas está no TOP 3. Meu favorito é o 11, e ele tá em segundo lugar empatado com o 12, porque sinceramente nao sei de qual gosto mais kkkkkk. Meu coração ainda aperta quando leio o nome da Donna, não superei... Mas ok, vamos falar do livro em si né, senão fico até amanhã comentando sobre a série! Kkkkkk fico feliz de terem conseguido captar a essência dele, quando ler quero conseguir ouvir a voz dele nos diálogos, imaginar as maluquices sendo contadas, sabe? Basicamente montar um episódio na minha cabeça.

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    Não sabe o que fazer com aquele livro que você não vai ler de novo e que está ocupando lugar desnecessário na sua estante? Criamos um sistema de trocas em grupo bem legal, para mais informações acesse essa página do blog: http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/p/trocas-de-livros.html

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca assisti Doctor Who e nem sabia que tinham livros sobre mas meu namorado aaaaaaama.
    Vou comprar pra ele de dia dos namorados! Hahaha

    Beijos
    Giulia | www.1livro1filme.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Jessica! Eu não conheço nada do universo de Doctor Who, mas quero muito este ano começar a ver os seriados, se eu curtir, invisto nos livros.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, dica, sugestão ou resposta ao post.
Um abraço, e volte sempre <3