A 5ª ONDA — Rick Yancey

Título: A 5ª Onda
Quinta Onda #1
Autor: Rick Yancey
Editora: Fundamento
Ano: 2013
Páginas: 368
Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora inicia-se A QUINTA ONDA. No alvorecer da quinta onda, em um trecho isolado da rodovia, Cassie foge deles. Os seres que parecem humanos, que andam pelo campo matando qualquer um. Que dispersaram os últimos sobreviventes da Terra. Cassie acredita que, estar sozinho é estar vivo, até que conhece Evan Walker. Sedutor e misterioso, Evan Walker pode ser a única esperança de Cassie para resgatar seu irmão — ou até a si mesma. Mas Cassie deve escolher entre a esperança e o desespero, entre a rebeldia e a entrega, entre a vida e a morte. Entre desistir ou contra atacar.

Acho que esse livro foi uma das leituras mais desejadas por mim no último ano! Desde que li a resenha da Paula a curiosidade foi crescendo cada vez mais, e a cada resenha ou comentário sobre o livro que eu lia, mais desesperada ficava! Porém não é lá um livro muito fácil de se encontrar (e quando você encontra, o preço é bem salgadinho)... Mas um belo dia passeando pelo shopping o encontrei na Livraria Nobel e minha mãe diva como sempre, me presenteou. Mas chega de lenga-lenga né? Vamos falar sobre esse livro que tinha tudo para ser perfeito, mas seu único defeito conseguiu me irritar bastante.

A 5ª Onda se passa num futuro próximo - é aquele tipo de história que poderia muito bem acontecer amanhã, daqui há um mês ou um ano - onde a Terra recebeu a visita dos Outros (extraterrestres) e a humanidade foi sendo, em etapas porém rapidamente devastada até beirar a extinção. Um ponto que me deixou meio confusa no começo, mas que depois se mostrou muito importante para o desenvolvimento da história, foi a quantidade de pontos de vista nos quais é narrado. Se não me engano foram apresentados 4 pontos de vista diferentes, de acontecimentos diferentes num primeiro momento mas que depois acabam se influenciando e encontrando. Achei isso genial!

O foco principal da história é a busca de Cassie pelo seu irmão Sammy, que foi levado pelo exército com a desculpa de mantê-lo seguro, mas que depois de alguns acontecimentos, ela descobriu que não era bem esse o real objetivo. Devido a estes e outros acotnecimentos após a Chegada, ela aprendeu que é mais seguro ficar sozinha e não confiar em ninguém. Até que conhece Evan Walker, um rapaz misterioso que a salvou da morte. 

O que vou contar a seguir pode ser considerado por alguns como um pequeno spoiler, mas acho que é algo que fica implícito na própria sinopse (principalmente se você já leu diversas distopias ou best sellers): Cassie e Evan se apaixonam. A paixão por parte dele é até compreensível por motivos que não posso citar pra não entregar o jogo, mas por parte da Cassie... Tenho que admitir que essa paixão dos personagens foi o que mais me irritou no livro. Achei bem forçado, como se o autor quisesse de qualquer modo encaixar um pouco de romance adolescente onde não era necessário, talvez para cativar um público maior e mais jovem, mas pra mim ficou bem esquisito e improvável até.

Outro ponto de vista bastante explorado pela narrativa é o do soldado Zumbi, que no decorrer da história descobrimos ser alguém anteriormente citado no livro. Ele narra os horrores do acampamento onde soldados crianças são treinados para uma guerra iminente de maneira brutal e até mesmo desumana, principalmente levando em conta a pouca idade - o que nos leva ao soldado Nugget, de 5 anos, e alguém bem conhecido dos leitores.

Não tenho como contar muito da história sem spoilers, porque um fato desencadeia o outro, que desencadeia outro e assim sucessivamente. Por isso acho que devo resumir: É uma ficção científica primorosa, mas que se perde um pouco ao tentar forçar uma romantização. Acho que pelos protagonistas serem adolescentes, um romance não seria obrigatório, como muitos pensam. A história em alguns pontos, principalmente no que se tratou do amor entre irmãos e na maneira como os alienígenas foram construídos, me lembraram um pouco A Hospedeira - meu livro favorito da vida, diga-se de passagem - mas não chegou a ser algo descarado ou incômodo, acabou sendo uma consequência do gênero literário de ambos os livros.

Bom pessoal, espero que tenham gostado da resenha! Demorei um pouco para finalizar, mas de maneira geral é uma das que mais me inspirou na hora de escrever. Espero que tenham curtido tanto quanto eu! E ah, não esquece de deixar aí nos comentários sua opinião sobre a resenha e também sobre o livro :)


MINHA CLASSIFICAÇÃO:

8 comentários

  1. Oi! Já tinha visto a capa muitas vezes pela internet, mas nunca tinha lido uma resenha. Gostei muito de conferir sua opinião, parece ser uma leitura tensa e que prende muito o leitor. Entendo como é quando o romance parece dispensável, mas fico feliz em saber que, mesmo assim, é uma ótima leitura. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Já vi muitas pessoas falando desse livro, mas nunca soube exatamente do que se trata. Foi bom descobrir e a sua resenha ficou ótima, parece ser uma leitura que prende muito, mas não sei se leria.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Na época que lançou esse livro eu quis muito ler ele. mas depois foi passando o tempo e perdi aquela vontade que eu tinha. Ainda quero ler, mas vou esperar lançar todos os livros para começar a ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Já ouvir falarem que é muito arrastado mas gente, eu não senti nada disso. Simplesmente uma das melhores distopias que foram lançadas

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Tenho gostado bastante de ler ficção-cientifica nos ultimos tempos, mas nao sei se daria uma chance para a 5ª onda.
    Só pela sinopse, fiquei com aquele gostinho de mais do mesmo, sabe? As vezes sinto que os livros nao tem nada de novo para mostrar.
    Tbm nao curti saber que quis forçar um romance na estória...
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Guria, vejo todo mundo falando super bem desse livro, mas não consigo ter tanta vontade assim de lê-lo, pois me lembra muito A Hospedeira (também amo esse livro de paixão) e tenho medo que tudo possa parecer repetitivo demais né. Mas adoro ficção científica e essa capa é muito linda.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jessy (:
    Li esse livro há um tempinho e também gostei. Não foi a melhor leitura da minha vida, até mesmo porque eu achei umas partes muuuito chatinhas, que me deu sono mesmo, mas, no geral, acho bem válida, e é bom conferir antes da adaptação :D

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    P.S.: Super amo A Hospedeira <3

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jéssica! Tudo bem?
    Eu estou super ansiosa para ler esse livro desde quando ele foi lançado lá fora, mas parece que a opinião dos gringos foram mais positivas do que as dos leitores brasileiros :/ Eu gosto muito de ficção científica, mas quando ela é voltada para o YA acaba tendo romances forçados mesmo, o que é uma pena. De qualquer forma, ainda não perdi as esperanças, pretendo ler logo "A 5º Onda" antes que o filme seja lançado e espero que a minha experiência com a leitura seja um pouco melhor do que eu estou esperando agora. Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, dica, sugestão ou resposta ao post.
Um abraço, e volte sempre <3