3 Livros que Mudaram Minha Vida

Dia 23 de abril foi o Dia Mundial do Livro, e em homenagem a esse dia tão especial para nós leitores, o pessoal do Rotaroots criou este meme. Ele não só nos faz pensar em todos os livros que já lemos na vida, mas também mostra para aqueles que não tem o hábito da leitura como estes "amontoados de páginas" podem mudar ou marcar nossas vidas de infinitas formas.

O primeiro colocado eu não precisei nem pensar duas vezes antes de escolher! Tenho muito orgulho de dizer que mudou minha vida, e me ajudou no pior momento que já enfrentei. Confesso que para os outros dois tive que pensar um pouquinho mais, mas definitivamente foram livros que me marcaram e que mudaram minha forma de ver o mundo. Quer saber quais são?


3. O Caçador de Pipas - Khaled Hosseini
"Por você, faria isso mil vezes"

É a leitura mais recente dos três livros que escolhi para esse meme/tag, li no comecinho de 2013. Foi um amor inesperado, já que ganhei de amigo secreto na faculdade e naquele momento meio que "não gostei do presente", sabe? Na verdade esperava ganhar um dos livros que tinha pedido, hehe. Acho que todas as minhas amigas leram ele no ensino médio, menos eu (tem alguns outros que todos leram naquela época e eu não). Mas acredito que a demora valeu muito a pena, porque li esse livro na época certa da minha vida. Não sei dizer ao certo o que O Caçador de Pipas mudou dentro de mim. Eu  poderia apontar para o fato de que me fez gostar mais de dramas, e vira e mexe sinto vontade de ler algo triste e tocante como ele. Sei também que diversas passagens da história me tocaram como nenhum outro livro tocou. Toda a tristeza, a pena, o carinho que eu sentia pelo Hassan, os momentos em que odiava o Amir criança, as dúvidas do Amir adulto, sua relação com seu pai já idoso... Nossa. Foi definitivamente um dos livros mais tocantes que li na vida! Acho que ele tocou num ponto onde nenhum livro tinha me tocado antes, mesmo tendo lido outras histórias tristes antes desse.


2. O Diário de Anne Frank - Anne Frank
"A gente não faz ideia de como mudou até que a mudança já tenha acontecido"

Li O Diário de Anne Frank pela primeira vez em 2009, e foi algo tão encantador e ao mesmo tempo tão triste, tão impressionante... Sempre gostei de estudar a Segunda Guerra Mundial, e ler a história de uma adolescente que como eu tinha problemas com a mãe, curiosidades, vontade de ter amigas, um namoradinho entre outras coisas típicas da idade, me fez  sentir com profundidade tudo aquilo que a Anne estava contando naquelas páginas.
Anos depois reli e devo confessar que já um pouco mais madura, não consegui sentir de novo boa parte daquele encanto da primeira vez. Talvez porque a essa altura eu já tinha lido outras obras mais "profundas" sobre a Guerra, de pessoas que conviveram com maiores atrocidades que a Anne, mas mesmo assim continua sendo uma das obras mais tocantes sobre o tema, não é a toa o renome mundial que tem.
E nada me faz esquecer o quão marcante foi essa leitura pra Jéssica de 14/15 anos, muito menos a admiração e carinho que tenho por Anne Frank e sua história de vida, tanto que continua sendo um dos meus favoritos até hoje.


1. Crepúsculo - Stephenie Meyer
"E então o Leão se apaixonou pelo Cordeiro..."
 
Pode rir, sentir vergonha alheia ou o que quiser, mas o livro que definitivamente mudou a minha vida foi Crepúsculo, na verdade toda a saga.
Sei que não é a melhor história de vampiros do mundo, nem o melhor romance - tanto que nunca gostei muito de Bella e Edward, aqui é Team Jacob, bebê - e pra você a Stephenie Meyer pode até não ser uma boa escritora. Mas foram esses livros que me ajudaram na pior fase da minha vida. 
Descobri Crepúsculo na internet alguns meses depois do pior dia da minha vida: a morte da minha avó. Pelo pouco que entendo de psicologia, sei que eu estava entrando em depressão e nada que eu fazia conseguia afastar a dor da perda não só do meu coração, mas da minha cabeça. Quando comprei Crepúsculo e comecei a ler, foi encanto a primeira vista. Lembro como se fosse hoje toda a curiosidade, a empolgação, a animação, o encanto que essa história causou em mim. E naquele ela foi a única coisa que conseguiu me afastar de tudo de ruim que eu estava sentindo, passando e pensando.
Acho que li o livro umas 3 ou 4 vezes seguidas, até que minha mãe ficou com pena e me presenteou com Lua Nova (meu livro favorito da saga) que também li várias vezes seguidas. Foi essa história também que fez eu me encantar pela leitura - algo que estava "adormecido" em mim desde alguma época da infância. Então, se hoje eu estou mentalmente sã (por assim dizer) e sou apaixonada por livros, isso se deve à saga Crepúsculo.

----

E aí pessoal, o que acharam desse meme do Rotaroots desse mês? Ele me fez relembrar tantas coisas! Boas e ruins, inclusive. Ah, se você gostou, sinta-se a vontade pra fazer no seu blog também, e não esqueça de deixar o link aí nos comentários para que eu possa conferir :)

O Rotaroots tem o objetivo de resgatar a época de ouro dos blogs pessoais, incentivando a produção de conteúdo criativo e autoral, sem ser clichê e principalmente, sem regras, blogando pela diversão e pelo amor. Se você também quer participar e tornar esse mundo blogueiro um pouco mais old school, participe do grupo no Facebook.

Nos acompanhe nas redes sociais:

16 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Ainda não li os dois primeiros livros citados, mas tenho muita vontade!
    Sobre Crepúsculo, não vou rir de você não. Eu mesma tenho a versão original, a da capa branca e a graphic novel, rs. Gosto bastante também e acredito que o livro tenha sim me influenciado em alguma coisa na minha vida.
    Mas acho que os livros que mudaram a minha vida foram Harry Potter (que me fez amar ler - eu já gostava, mas não tanto - e muitas outras coisas), O Segredo do Meu Marido (eu não gostei muito do livro, mas ele me mudou bastante :S) e os livros do Harlan Coben que me fizeram começar a escrever meu primeiro romance policial! Aêe
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rob!
      Que delícia saber que você também gosta dos livros da saga, yay <3
      Eu amo e quero muito completar a coleção, mas por falta de dinheiro tenho só a versão original mesmo KKKKK Aloka, tenho orgulho de dizer que são todos 1ª edição, da primeira vez que foram lançados <3
      Dos que você citou só li HP e também amo! Não digo que mudou minha vida porque eu demorei bastante para lê-los, na época eu já estava apaixonada por livros, hihi. Mas foi mágico ler nas páginas um mundo ainda melhor do que aquele que tinha visto nos filmes!

      Excluir
  2. Eu sempre penso: vou comprar e ler o Caçador de Pipas, afinal, amei o A Cidade do Sol... mas nada! Não sei o porquê. Também tenho muita vontade de ler o Diário de Anne Frank, a história dela é uma inspiração né? Já a saga Crepúsculo marcou muita gente, por mais que a galera não queira assumir. Eu mesma tenho coleção de coisas da saga. Tipo, cadernos que lançaram numa lata na época, caneca, os livros todos, coleção de revistas e pôsteres... pois é! KKKK Um beijo : *

    (de-lune.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Lettícia, compre e leia O Caçador de Pipas sim! Ouso dizer que é ainda melhor que A Cidade do Sol - que eu também amei, mas achei o primeiro ainda mais tocante. Sem palavras para expressar o quão a história da Anne é inspiradora, viu?
      Haha que delícia! Eu também tenho bastante coisa da saga fora os livros! Mas revistas eu confesso que tenho só do Taylor, porque eu sou aquelas Team Jacob louquissimas KKKK Adoro quem assume que pelo menos em algum momento, Crepúsculo fez parte da sua vida, haha.

      Obrigada pelo comentário :*

      Excluir
  3. Oi Jéssica,
    Tbm gostei bastante de O Caçador de Pipas, embora tenha achado ele um pouco previsível. Ainda assim, como li o livro quando estava no ensino médio, tenho vontade de reler agora, pois acho que agora iria aproveitar mais a leitura...
    Li O Diário de Anne Frank esse ano e me decepcionei um pouco. Estava esperando mais um relato histórico, e não tanto o diário de uma adolescente...
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexandre!
      Poxa vida, sério que voce achou previsível? :/ E concordo viu, acho que se você ler agora, talvez aprecie melhor a essência da história.
      É exatamente isso de O Diário de Anne Frank que "me decepcionou" na segunda leitura, porque vi que era bem um relato adolescente, e como essa época minha já tinha passado naquela época, acabou um pouco com a magia. Mas mesmo assim ainda é um dos meus livros favoritos, pelo que a Anne representa e tudo que senti naquela primeira leitura!

      Um beijão e obrigada pelo comentário :D

      Excluir
  4. Estou lendo o diari de anne frank e querendo muito ler o caçador de pipas. Acho essa iniciativa muito boa. Com o crescimento do blog as pessoas estão tão focas em querer ganhar dinheiro com isso que esquecem de que o blog tem que ser uma coisa que a gente ame fazer.

    http://luanna-porto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luanna!
      Exatamente por isso gosto tanto do Rotaroots. Hoje é muito comum o pessoal querer só vender o blog, lêem os livros muitas vezes por obrigação, e as postagens então, não carregam nem um pouquinho de sentimento pelo aquilo que se escreve. Mas eu faço questão de postar sobre o que gosto, haha.

      Um beijo e obrigada pelo comentário :3

      Excluir
  5. Oie! O Caçador de Pipas e o Diário de Anne Frank, siiim <3. Mas já crepusculo, confesso que eu não gosto muito. Eu li o primeiro, mas desisti no meio do segundo :(
    Mas enfim, falando sobre o Diário de Anne Frank, acho que nunca lerei mais um livro igual a este, a carga emocional dele... Um dos melhores livros que já li. Como você disse, é encantador e triste ao mesmo tempo...

    Beijos,
    http://www.girlfromoz.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Fico feliz em saber que a história da Anne também te marcou dessa maneira! Como citei no post, a segunda leitura acabou me abrindo os olhos para o lado "holocausto" da história, que é pouco explorado, mas mesmo assim, a Anne é rainha <3

      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  6. Esse meme é bem legal, o difícil é escolher só três hehe. Já li todos os livros citados e gosto de todos. Eu não tenho vergonha de dizer que gosto de Crepúsculo. Quem tem preconceito que fique longe de mim hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha verdade Sil! Na verdade são poucos os livros que eu posso dizer que realmente mudaram a minha vida. Muitos me marcaram de diferentes formas, mas mudar algo dentro de mim mesmo, foram só esses.
      Ah que lindeza! Mais alguém que gosta de Crepúsculo e não tem vergonha de assumir <3

      Um abraço!

      Excluir
  7. Adorei a tag!
    Crepúsculo também mudou minha vida de certa forma, foi por ele que comecei a gostar de ler <3
    beijoss
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yupi!
      Titia Steph influenciando todos a ler, haha <3

      Excluir
  8. Crepúsculo também seria o primeiro da minha lista (abraça)! Foi com ele que descobri o amor pela leitura.
    Amei o post! É legal conhecer aqueles livros que fizeram a diferença na vida de alguém.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain que lindo Lari! ~abraçando~
      Esse livro me marcou de tantas formas que fico tããããão feliz quando alguém diz que também gosta, hihi <3

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, dica, sugestão ou resposta ao post.
Um abraço, e volte sempre <3