CORRER OU MORRER — James Dashner

Título: Correr ou Morrer
Série: Maze Runner
Autor: James Dashner
Editora: Vergara & Riba
Ano: 2010
Páginas: 426
Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.
Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.
Ah, há quanto tempo eu queria ler este livro! Desde antes da informação sobre ele virar filme ser divulgada por aí, eu via alguns comentários super positivos sobre o livro lá no Skoob e nos canais e blogs literários por aí. Como eu sou muito curiosa, só esses comentários não eram suficientes para mim: Eu precisava ler o mais rápido possível! Mas os livros eram muito caros e super difíceis de encontrar (lembro que durante um bom tempo só tinha na Livraria Cultura e na Saraiva). Bendito seja esse filme que veio para criarem um box com todos os livros e fazer o preço cair, haha. Até que na Black-amor-Friday do ano passado pude comprar o box por incríveis 70 Dilmas.

Bom, toda essa ladainha aí de cima é para dizer que eu tinha muitas expectativas sobre Maze Runner. Nunca li nada muito a fundo sobre os livros, o que fiz de propósito: sem saber muito minhas expectativas já estavam lá em cima, imagine se eu ficasse lendo toda e qualquer resenha? Melhor não. E é com muita alegria que hoje posso dizer que esse livro superou e muito as minhas expectativas, que ele foi extremamente viciante e impossível de largar antes de saber o final, antes de entender todos os porquês (ainda que muitos não sejam revelados nesse primeiro livro).

Como muitos de vocês sabem, Correr ou Morrer conta a história de Thomas, um garoto que acorda em um elevador sem nenhuma memória, apenas seu nome. Ele se recorda de coisas corriqueiras como o nascer do Sol, nomes de objetos e coisas, cheiros e significados, mas não consegue ligar nada disso a um fato ou a alguma pessoa.

Quando o elevador para e as portas superiores são abertas, ele é surpreendido por dezenas de garotos que não tem lá muita paciência com fedelhos - ou novatos. Mas além da falta de explicações sobre o porquê de estarem ali, o que realmente deixa Thomas intrigado são os grandes muros de pedra cobertos de hera que cercam a Clareira onde os garotos moram. 

Para aumentar ainda mais o mistério, alguns destes muros se abrem todas as manhãs revelando um extenso labirinto que os clareanos já exploraram à exaustão, sem conseguir encontrar uma saída. À noite os muros se fecham e as paredes do labirinto se movem, mantendo-os a salvo dos terríveis Verdugos que ali habitam. Mas apesar de todos os perigos que o Labirinto apresenta, algo no interior de Thomas diz que ele tem que ajudar a explorá-lo.

Para piorar ainda  mais a situação da Clareira - que já não era das melhores - no dia seguinte à chegada de Thomas o grande elevador trás mais uma pessoa: Teresa, a única menina. O mais espantoso é que ela trás um recado do lado de fora: Ela é a última pessoa a ser entregue, e a partir daquele momento tudo mudará.

Correr ou Morrer se tornou um dos meus livros favoritos logo nos primeiros capítulos. James Dashner fez um trabalho incrível nesse livro tanto no que diz respeito a história quanto em manter seus leitores presos a leitura: É simplesmente impossível largar o livro! Praticamente todo capítulo termina com uma bomba, mistério ou revelação nova. É simplesmente viciante! 

E nada, nadinha mesmo te prepara para o que tem por vir. Você pode criar várias teorias e expectativas com relação ao final do livro durante a leitura, mas duvido que você sequer chegará perto de tudo que aconteceu naquele final. Estou me segurando pra não ter todos os livros de uma vez só, hehe.

Em resumo: LEIAM. E preparem o coração para tanto mistério, aventuras, raiva, alegria e até mesmo muita tristeza. Acho que vai levar anos até que eu leia algo que sequer apresente todas essas emoções de maneira tão intensa como este primeiro livro da trilogia (ou série?) Maze Runner.


Nos acompanhe nas redes sociais:

7 comentários

  1. Ah, ao contrário de você, que já realizou a vontade de ler esse livro, eu ainda não pude e não vejo a hora de conseguir. Começo a suspeitar cada vez mais de que vai ser impossível eu não gostar da história hahahahah a resenha ficou ótima e aumentou minhas expectativas ainda mais.
    Beijos!

    vicioliteral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jéssica, tudo bem?
    Confesso que as montanhas de propagandas sobre o livro não me chamaram atenção, mas a sua resenha SIM. A ideia de ter um personagem que perdeu a memória muito me agrada e me intriga, não sei porquê...rs.Acho que vou colocá-lo na minha wishlist. :)

    Beijocas,
    Blog | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir
  3. Que legal, é uma história diferente e cheia de mistérios. Gostei do enredo, me chamou a atenção. Às vezes eu leio algo do tipo, com muito suspense e mistérios, até terror, e gosto. Li o livro Três no ano passado e fiquei chocada com a história.

    Vou seguir teu blog. Segue o meu também?

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Comecei a ler esse livro em e-book, mas minha paciência para ler livros em aparelhos não é tão grande quanto ler o livro físico, então acabo enrolando, aí veio o lançamento do filme e fui correndo para o cinema, amei! Estou louca para ter uma edição física e devorar essa história!
    Gostei muito da sua resenha, deu mais vontade ainda de sair correndo pra comprar meu exemplar! Hahaha

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  5. Quer mto ler
    beijokas
    sorriso4met4lico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica! Tudo ótimo?

    Adorei a resenha. Ainda não li os livros da série Maze Runner, apenas assisti o primeiro filme e gostei bastante. Claro, todo mundo que leu diz que o livro é fantástico e te deixa mesmo tenso, curioso e de boca aberta. Particularmente, quero saber onde tudo isso vai terminar, porque o final do filme foi interessante.
    Quem sabe na próxima compra eu coloque as publicações da série no carrinho.

    Beijos e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jéssica!
    Conheci seu blog agora, mas parabéns por ele, é muito lindo e delicado! Gostei muito!
    E a sua resenha chegou em boa hora - minha lista de metas para 2015 vai aumentar depois desse comentário, porque eu tinha vontade de ler Maze Runner, mas não tinha certeza se iria gostar. A sua resenha provou o contrário, e do jeito que tenho expandido as minhas leituras e me adaptado melhor à livros com ação e aventura - uma vez que o meu gênero preferido sempre foi o romance, rs -, espero poder ler ao menos o início dessa trilogia esse ano. Parece ser mesmo bem cheio de adrenalina e boas doses de mistérios e surpresas por virem ao longo dos livros. Amei a resenha!

    Beijos,
    Sâmmy
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, dica, sugestão ou resposta ao post.
Um abraço, e volte sempre <3