RÉQUIEM — Lauren Oliver.

Título: Réquiem.
Autor: Lauren Oliver.
Trilogia: Delírio.
Editora: Intrínseca.
Ano: 2014.
Páginas: 304.
No desfecho da trilogia em que o amor é considerado uma doença, Lena é um importante membro da resistência contra o governo. Transformada pelas experiências que viveu, está no centro da guerra que logo eclodirá. Depois de resgatar Julian de sua sentença de morte, Lena e seus amigos voltam para a Selva, cada vez mais perigosa. Enquanto isso, Hana, sua melhor amiga de infância, foi curada. Ela leva uma vida segura e sem amor junto ao noivo, o futuro prefeito. Às vésperas do casamento e da eleição - cujo resultado pode dificultar ainda mais a vida dos Inválidos -, Hana se questiona se a intervenção realmente tem efeito. Vivendo em um mundo dividido, Lena e Hana narram suas histórias em capítulos alternados. O que elas não sabem é que, em lados opostos da guerra, suas jornadas estão prestes a se reencontrar.
AVISO: Essa resenha pode conter spoilers de Delírio e Pandemônio.

Réquiem, ou o livro que mais tive medo de ler na vida.

Conheci a trilogia Delírio há uns 2 anos atrás, quando soube que minha querida Emma Roberts protagonizaria uma série baseada nela. Pensem na animação que eu senti! Mas vocês lembram que a série não passou do piloto, que foi rejeitado pela FOX, não é? Mesmo assim continuei curiosa e li os dois primeiros livros em um pequeno intervalo de tempo, de tanto que amei. Mas bastaram pouquíssimas buscas no Google para que eu desanimasse em ler o desfecho da história. Mesmo sem ter sido lançado no Brasil, todo mundo que tinha lido, fazia críticas negativas ao final elaborado por Lauren Oliver.

O livro em sí é muito bom. No começo fiquei revoltada pela autora ter resolvido alternar os capítulos do livro entre o ponto de vista da Lena e da Hana, mas após algumas páginas consegui me acostumar, e até passei a gostar dos capítulos que envolviam a loira, principalmente nas suas atitudes pós-cura e os mistérios envolvendo Fred, com quem foi pareada. Vi algumas pessoas dizendo que os capítulos da Hana foram os principais ingredientes para o fracasso da história, mas eu discordo. Ousaria dizer que seus capítulos foram até melhores que os da própria Lena.


Aliás, toda a confusão de sentimentos que a volta de Alex (que mudou muito desde que eles se conheceram) causa a ela me deixou bem irritada. A protagonista não consegue decidir entre sentir ciúmes de Alex e Coral, seu novo interesse amoroso, ou dar atenção para o lindo e maravilhoso amor da minha vida Julian. Lena, qual a necessidade disso minha filha? ¬¬

É nesse livro também que Lena percebe as reais consequências  que sua escolha de fugir para a Selva podem lhe causar. Além de se ver obrigada a participar da Resistência, ela percebe que aquela vida não era exatamente o tipo de felicidade que ela escolheu. Ela acreditava que viveria em paz, mas estava muito enganada. Paz e monotonia são coisas para curados.

Algo que me deixou bem insatisfeita com o livro foi a relação de Lena com sua mãe. Apesar de toda a raiva que ela sentiu ao perceber que a mãe sequer a procurou após fugir das Criptas, a relação delas foi resolvida e desenvolvida muito rápido, e elas acabam virando melhores amigas, mesmo sem saber muito uma da outra.

De maneira geral, foi um bom livro. Não foi desnecessário como ouvi muitas pessoas dizerem. O real problema é que Réquiem não oferece um desfecho para a história. Tudo termina em aberto. Até entendo que a autora quis passar a sensação de livre arbítrio, da confusão de sentimentos, a dificuldade em tomar decisões e a imprevisibilidade que a escolha pelo amor envolve, mas poxa, ela poderia ter deixado tudo um pouco mais subentendido, pelo menos.

Só sei que vou passar o resto da  minha vida esperando que Lauren Oliver lance um quarto livro ou um conto que dê um desfecho para isso tudo.

10 comentários

  1. Eu até gostei do final aberto, o que não gostei foi do livro em si. Achei que a autora acabou se perdendo do primeiro livro para esse. Ficou no mesmo mimimi dos incansáveis triângulos amorosos. E também não entendi a proposta dela de dividir a narração com a Hana. Enfim não gostei da serie como um todo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil!
      Ah menina, eu não gostei foi do final :/
      Eu até gostei bastante da parte da Hana, mas foi um tanto quanto sem sentido, porque ela não era exatamente uma curada, e nem uma rebelde. Foi estranho!

      Obrigada pelo comentário,
      Um abraço,
      http://winterbird.com.br

      Excluir
  2. Não consegui gostar desse livro de jeito nenhum.
    Adoro Delírio, até achei legal Pandemônio, mas esse ficou um monte de volta desnecessária e que não chegou em lugar nenhum. Me irritei com o final? Sim, mas até entendi. O meu problema foi com o desenvolvimento com todo o resto. Não rolou comigo. :/

    Adorei seu espaço e já estou seguindo.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Ah poxa, fico triste que você tenha odiado tanto assim. Como disse, meu principal problema foi o final... e o triangulo-não triangulo que se formou no livro, achei desnececyrus!
      Ah, adorei a sua resenha sobre esse mesmo livro!

      Obrigada pelo comentário,
      Um abraço,
      http://winterbird.com.br

      Excluir
  3. Oi... Lembro que esta trilogia fez um sucesso imenso. Mas ela nunca me chamou atenção, sabe? As capas são lindas, mas a história não me toca :\ Gostei da sua resenha.
    Abraço, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena Erick!
      Os livros valem super a pena, mas se a história não te encanta... Não adianta insistir, né? hehe.

      Obrigada pelo comentário,
      Um abraço,
      http://winterbird.com.br

      Excluir
  4. Olá Jéssica! Tudo bem? Espero que sim.. :D
    Sou sua fã, amo seu blog e te acho super inteligente!
    Sou amiga da Pri kk *---*
    Beijooos

    http://vitoriamariaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória!
      Poxa, muito obrigada pelos elogios <3
      Adorei seu blog, você tem muito talento e potencial!

      Obrigada pelo comentário,
      Um abraço,
      http://winterbird.com.br

      Excluir
  5. Bueno a resenha não fez muito sentido pra mim porque ainda não conheço os outros livros haha
    Mas já vi esses livros por aí muitas vezes, e me parece que as pessoas tem gostado bastante deles...

    Beijos
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa!
      Siiiiim, muita gente tem gostado dessa história, principalmente porque ela não é tão melosinha quanto parece pela sinopse.
      Espero que você tenha a oportunidade de lê-los, e que goste bastante :D

      Obrigada pelo comentário,
      Um abraço,
      http://winterbird.com.br

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, dica, sugestão ou resposta ao post.
Um abraço, e volte sempre <3