BIG REVIEW — Doctor Who (2005): 2ª temporada.


Quatro meses depois, finalmente vim dar continuidade ao que prometi: fazer uma review sobre cada temporada de Doctor Who. Agora que já assisti até a 5ª temporada, vou fazendo estes posts aos poucos. Ah, se você quiser conferir a review da 1ª temporada é só clicar aqui. Tentarei não dar spoilers muito graves sobre ela nesta nova review, portanto pode ler esse post aqui sem medo.

O Doutor se regenerou no episódio de Natal (aliás, este se encaixa na 1ª temporada, mas há quem diga que  ele pertence á 2ª, então fica a dúvida), e foi ali que entendemos o que realmente é uma regeneração:  Não é apenas uma simples mudança de corpo, mas também de personalidade. É como se fosse um homem completamente novo, mas com todas as memórias do Doutor. O antigo Doutor, que era cômico de uma forma mais contida e não intencional, tendo apenas alguns momentos engraçados, deu lugar a um novo homem extremamente engraçado e agitado, que fala muito rápido e está sempre com um sorriso - ou uma cara engraçada - no rosto, mesmo ao encarar os maiores perigos.

Quando a segunda temporada começa oficialmente, já estamos acostumados (e encantados) com David Tennant no papel do Senhor do Tempo. No primeiro episódio acontece a primeira grande viagem de Rose ao futuro, onde ela conhece a New New New [...] York, fundada no mais novo abrigo da humanidade, a New Earth.


História + Novos Personagens:

A história dessa temporada gira em torno da palavra/empresa Torchwood, que apareceu pela primeira vez no episódio de Natal. Ao contrário da temporada passada em que a expressão Bad Wolf aparecia em todos os lugares possíveis e imagináveis, chegando a chamar a atenção de Doctor, essa aparece de maneira menos subliminar, sendo usada por personagens secundários durante os episódios, mas raras vezes chegando aos ouvidos de Doctor e Rose.

Falando em Rose, finalmente ela para de fazer burrice! Ok, nem tanto, mas as burrices diminuem um pouco, enquanto ela se torna mais carismática e expressiva. E ah, para quem gosta (ou não) sua mãe e Mickey aparecem e tem maior importância nessa temporada, este último chega a ajudar o Doctor (pasmem) a salvar o mundo, haha.

Doctor e Sarah Jane Smith
Nessa temporada somos apresentados a dois personagens já conhecidos pelos fãs da antiga série de Doctor Who: Sarah Jane Smith e K9. Sarah foi companheira do terceiro e quarto doutores, além de ter aparecido outras vezes como criança. Após sua participação nessa temporada ganhou um spin-off, chamado The Sarah Jane Adventures. E K9 é um cachorro mecânico super-inteligente que pertencia ao Doctor mas foi dado de presente a Sarah Jane, e que a ajuda a resolver mistérios.

Ah, é nessa temporada que aparece pela primeira vez na série atual um dos principais vilões da história de Doctor Who: os Cybermen, pessoas transformadas em robôs por alguém extremamente ambicioso.

Cybermen
Episódio favorito:

Preciso citar os episódio 08 The Impossible Planet e sua continuação Satan Pit, como meus favoritos - e ouso dizer os melhores - da segunda temporada! Imaginem só a mistura de um temido buraco negro, extraterrestres escravizados por humanos (os feios-medonhos-porém-fofos Oods), astronautas e nada mais nada menos que o próprio Satánas. Sim, o capiroto em carne e osso e chamas e possessões! Acrescente a isso doses de mistério, emoção, medo, lágrimas e muito desespero!

Ah, e o final da temporada é um dos mais surpreendentes e emocionantes! Principalmente ao que se refere ao destino de Rose Tyler. Sim, vou deixar a curiosidade de vocês por aqui, haha.


Opinião Geral:

Apesar da estranheza que a troca de Doctor causa no começo da temporada, não demora muito para que o 10th Doctor nos conquiste completamente! E transforme essa temporada em uma das mais cômicas, dinâmicas e (principalmente) emocionantes!

Minha avaliação: 5/5

4 comentários

  1. Oie! Deve ser uma serie muito boa! Estou de olho nos livros, ja que nao consigo acompanhar a serie!
    Bjs, tem promoção no blog http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/promocao-de-aniversario-do-amor.html
    se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/semana-eu-amo-nacionais-dia-5-herdeira.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naylane!
      Os livros são bem legais também, super interessantes! Mas acho que pra compreende-los melhor, tem que ver a série mesmo :/
      Espero que um dia você consiga acompanhá-la, pois é realmente muito boa!

      Um abraço e obrigada pelo comentário.
      http://obsessivejerk.blogspot.com.br

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?

    Estou bem curiosa em relação a essa série, todo mundo fala tãaaaaaao bem hahahah
    Que criaturinhas mais estranhas - porém, fofas - do seu episódio favorito :O Enfim, vou ver se consigo dar inicio a série e venho aqui te avisar.

    Beijos
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, como vai?
      Pois assista logo, ela é tudo o que dizem e mais um pouco <3
      Mas assista desde a primeira temporada, como eu, não caia na lenda de que pode começar da 5ª; Além de ser complicado entender as coisas, você vai perder temporadas e doutores maravilhsosos!

      Obrigada pelo comentário, viu?
      http://obsessivejerk.blogspot.com.br

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, dica, sugestão ou resposta ao post.
Um abraço, e volte sempre <3